substitui o do agregado miúdo com pó de pedra

Página Inicial - substitui o do agregado miúdo com pó de pedra

NORMA DNIT 098/2007 – ES

d) Impedir o emprego de queimadas como forma de desmatamento. e) Seguir as recomendações da Norma DNER-ES 279/97 na implantação de estradas de acesso (ou caminhos de serviço). f) Usar bacias de sedimentação junto às instalações de britagem para retenção do pó de pedra produzido em excesso ou dos resíduos da lavagem da brita ...

Os Agregados

É determ. preenchendo-se com o agregado, até as bordas, um recipiente de dimensões bem conhecidas, deixando-o cair de altura de n mais de 10 cm. Dessa maneira, o agregado adquire a compacidade determ de estado solto.. determina-se por pesagem as massas d recipiente vazio e cheio de agreg (m³), é a massa específica aparente do agregado.

DESENVOLVIMENTO DE NOVOS AÇOS VÁLVULA PARA …

A utilização de pó de pedra, no caso o pó de seixo, como agregado miúdo no concreto permite comercializar um produto oriundo de rejeito, promovendo um mercado consumidor para um subproduto estagnado que gerava transtornos ambientais e econômicos [8]. 2 MATERIAIS E MÉTODOS .

DIRETRIZES EXECUTIVAS DE SERVIÇOS PARA

PREFEITURA DO RECIFE 3.2 AGREGADO 3.2.1 AGREGADO MIÚDO Será constituído de areia, agregado miúdo, pó-de-pedra ou mistura deles. Suas partículas individuais deverão ser resistentes e apresentar moderada angulosidade. Deverá estar livre de torrões de argila e de substâncias nocivas e pó-de-pedra deve

(DOC) TCC concreto produzido com agregado graúdo reciclado ...

Lamond et al., afirma que a substituição conjunta dos agregados miúdos e graúdos por agregados reciclados de concreto gera uma redução no módulo de deformação entre 25 a 40%, enquanto a substituição apenas do agregado graúdo gera uma redução de 10 a 33% em relação ao concreto produzido com agregados convencionais.

CENTRO UNIVERSITÁRIO ESTADUAL DA ZONA OESTE …

Tabela 7: Limites máximos aceitáveis de substâncias nocivas no agregado miúdo com relação à massa do material.....22 Tabela 8: Boletim de Ensaios de Cimento Portland – Conforme definido em norma. ... Caracterização do agregado miúdo estudado (Pó de pedra) .....67 Tabela 24: Caracterização do agregado miúdo estudado (Areia ...

Agregado Miúdo | Concreto | Cimento

encontrados no agregado mido de acordo com o quadro 2.1. 26. Quadro 2.1 Limites mximos aceitveis de substncias nocivas no agregado mido com relao massa do material. Determinao. Mtodo de ensaio. Quantidade mxima relativa massa do agregado mido % Torres de argila e materiais friveis. ABNT NBR 7218. 3,0. Materiais carbonosos. Material fino que

NOVACAP

3.2.2. Agregado Miúdo O agregado miúdo, assim considerado o que passa na peneira 4,8 mm (nº 4), será constituído por areia, pó-de-pedra ou mistura de ambos, apresentando partículas individuais resistentes, livres de torrões de argila e outras substâncias nocivas. Deverão ser atendidos, ainda, os seguintes requisitos:

Pães de Pedra – setelombas

 · Osvaldo Andrade, não sei como esta fazendo o seu composto, mas posso te afirmar que o pó de pedra ou o basalto não são toxicos, mas a recomendão em substrato para mudas é de 20%. Em terra de barranco ou terra de mata que se usa para fazer balainhos para muda a dosagem é de 10%, isto para fazer mudas.Em orta 1000 a 500 gr por metro quadrado.

UTILIZAÇÃO DO PÓ DE PEDRA EM SUBSTITUIÇÃO AO …

O trabalho tem como objetivo geral estudar a viabilidade técnica de substituição do agregado miúdo natural por pó de pedra na produção de concreto. Assim descrevem -se os objetivos específicos: Caracterizar as matérias primas convencionais e alternativas, quanto ao aspecto físico. ...

Para o concreto: areia ou pó de pedra?

 · O ideal seria a utilização da areia e do pó de pedra em conjunto, cada um ocupando uma faixa granulométrica diferente, porém para que isso possa acontecer é necessário realizar o ensaio de granulometria do pó de pedra e da areia a ser utilizado e a partir destes idealizar um traço onde os dois podem trabalhar em conjunto.

Influência na substituição da areia natural por pó de ...

ESTUDO DA UTILIZAÇÃO DE PÓ DE PEDRA EM ARGAMASSA Magno Magalhães de Aguiar 1 - Campus do IFMT RESUMO O objetivo desta pesquisa é estudar a substituição da areia natural existente nas argamassas pelo pó de pedra, analisando suas influências, tais como resistência à compressão diametral e axial, absorção e retração.

Dosagem de Tratamentos Superficiais e Microrrevestimentos

Dosagem do Agregado Procedimentos de Dosagem do Agregado: Determinação do tamanho nominal do agregado. Recomenda-se o método direto: Caixa Dosadora. Calcula-se a taxa de agregado graúdo da primeira camada (T g): Pt = massa da placa com o agregado Pp = massa da placa A = área da placa Taxa de agregado miúdo (T m): ≅ ½ T g p/o TSD Taxa ...

substitui o do agregado miudo com po de pedra

O pó de pedra é uma opção para a substituição do material natural. Segundo Holsbach ... A curva granulométrica do agregado miúdo pó de pedra, ... Mais de 100. 100+ Comentários. Bate-papo on-line.

DER/PR ES-P 21/17 PAVIMENTAÇÃO: CONCRETO ASFÁLTICO …

5.1.3.2 O agregado miúdo deve ser constituído por areia, pó-de-pedra ou mistura de ambos, apresentando partículas individuais resistentes, livres de torrões de argila e outras substâncias nocivas. Devem ser atendidos, ainda, os seguintes requisitos: a) as perdas no ensaio de durabilidade (DNER-ME 089) em cinco ciclos com

DNIT

e cancela e substitui a norma DNIT 056/2004-ES. ... neste concreto o emprego de pó de pedra. 5.1.3 Água ... max = dimensão máxima característica do agregado no concreto, em mm. Para o agregado de dimensão máxima característica de 32 mm, a faixa granulométrica da mistura deve ser a da

CONTROLE TECNOLÓGICO DE ARGAMASSA PRODUZIDA …

Agregado é o material granuloso e inerte usado na composição de argamassas e concretos. É chamado miúdo quando sua dimensão máxima é menor ou igual a 4,8mm. Quando a dimensão mínima é maior ou igual a 4,8mm é chamado agregado graúdo. O agregado além de reduzir o custo, reduz o efeito da retração do aglomerante.

substituir areia natural com triturador de pedra em pó

Analisando os dados obtidos pelo ensaio de composição granulométrica da areia natural e do pó de pedra, foi possível determinar o módulo de finura (MF) desses agregados, sendo os valores correspondentes a 2,76 e 1,67, respectivamente Já a dimensão máxima característica (Dmáx) da areia natural e do pó de pedra foram iguais, 2,36 mm

USO DO PÓ DE ROLAGEM DE ÁGATA EM SUBSTITUIÇÃO AO AGREGADO

USO DO PÓ DE ROLAGEM DE ÁGATA EM SUBSTITUIÇÃO AO AGREGADO. Bruno Conte. Download PDF. Download Full PDF Package. This paper. A short summary of this paper. 37 Full PDFs related to this paper. READ PAPER. USO DO PÓ DE ROLAGEM DE ÁGATA EM SUBSTITUIÇÃO AO AGREGADO. Download. USO DO PÓ DE ROLAGEM DE ÁGATA EM SUBSTITUIÇÃO AO AGREGADO.

OBTENÇÃO DE POZOLANAS A PARTIR DO PÓ-DE-PEDRA

Quando se substitui parte da contribuição do cimento no traço por esses resíduos, existe uma redução no consumo de energia e poluição do ar, que são gerados em sua produção, além de ... não como agregado. A principal dúvida é saber se o pó de pedra pode ser utilizado como pozolana em sua forma natural, ou somente após ...

agregado miudo

IntroduçãoOs agregados são produzidos a partir de britas rochosas (pedra britada ou pó de brita) miúdo são materiais granulares de propriedades para uso em obras na engenharia civil, como por exemplo areia, cascalho, britas, além do uso de concreto ele é também muito usado como: assentamento de bloquetes, tubulações, embolso ...

-P 23/17 PAVIMENTAÇÃO: PRÉ-MISTURADO A FRIO

b) o equivalente de areia (DNER-ME 54) de cada fração componente do agregado miúdo (pó-de-pedra e/ou areia) deve ser igual ou superior a 55%; c) é vedado o emprego de areia proveniente de depósitos em barrancas de rios. 5.3 Composição da mistura 5.3.1 A composição da mistura deve satisfazer aos requisitos do quadro abaixo,

PÓ DE PEDRA: UMA ALTERNATIVA OU UM COMPLEMENTO …

pedra, concluiu-se que ambos puderam ser classificados como agregado miúdo. O pó de pedra possui origem basáltica, com aproximadamente 50% de sílica em sua composição química e apresenta cor cinza escuro. Também foi observado que o basalto que constitui o pó de pedra mostrou ter um comportamento inócuo na presença dos álcalis do ...

SUB-BASE OU BASE DE MACADAME HIDRÁULICO

3.2 Agregado para Material de Enchimento O material de enchimento deve ser constituído pelos finos resultantes de britagem, pó de pedra, isentos de impurezas tais como torrões de solo e materiais orgânicos. Deve satisfazer aos seguintes requisitos: a) a curva granulométrica de projeto dos agregados miúdos deve satisfazer a uma das

Produtos

Agregado miúdo, com diâmetro máximo de 4,8 mm. Por ter uma granulometria uniforme, enquadra-se na zona 3 da NBR 7211 como areia média, utilizado nas usinas centrais de concreto (fazendo parte na composição para fabricação de concreto e asfalto), nas industrias de fábricas de pré-moldados, em assentamento de bloquete, tubulações em geral, tanques, e embolso.

substituição do pó de pedra em concreto

Para o desenvolvimento do estudo em questão foi definido que o objetivo do mesmo se limita em verificar o comportamento da resistência à compressão do concreto com o emprego e substituição parcial de pó de brita (areia artificial) no lugar do agregado miúdo tradicional (areia natural de rio).

INCORPORAÇÃO PARCIAL DE RESÍDUO DE VIDRO NO …

apenas pelos materiais básicos do concreto (areia, brita, cimento e água) sem a adição parcial do pó de vidro. Este traço é feito para que seja comparado com os demais. O segundo traço consiste na substituição parcial de 5,10 e 15% do agregado miúdo pelo pó de vidro.

Análise de custo de concretos asfálticos produzidos com ...

referência, o custo sofre acréscimos de 11.76% a 19.73%, quando se substitui o agregado graúdo natural por reciclado, e de 3.22% a 7.99% quando se substitui o agregado miúdo.

EMISSÃO FOLHA ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA jan/2006 1 de 31

Pode constituir-se por areia, pó de pedra ou mistura de ambos. Deve apresentar partículas individuais resistentes, livres de torrões de argila e outras substâncias nocivas. O equivalen-te de areia, obtido conforme NBR 12052(5), deve ser igual ou superior a 55%. 3.3 Composição da Mistura

303O DE CIMENTO PORTLAND PELO FINO)

alternativos como pó de pedra e outros resíduos que cumpram a função de aglutinante e que possam preservar ou até melhorar as propriedades do produto final. O pó de pedra é uma alternativa interessante para a substituição do cimento. É um resíduo da produção do agregado.

UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAÍBA CAMPUS VIII …

mistura do cimento com água, que recebe o nome de pasta de cimento. Ao adicionar areia (agregado miúdo) a esta pasta, tornasse-a argamassa, e ainda se colocar uma tela de ferro ao montar uma peça, receberá o nome de argamassa armada. Daí, da mistura da argamassa com brita (agregado graúdo) surge o concreto.

UFRGS

15%, 30% e 45% desses por pó de rolagem de ágata (PRA). A partir do ensaio de máxima massa unitária do agregado miúdo de ágata, juntamente com o pó de rolagem, pode-se perceber que o teor ótimo foi a substituição de 30% do agregado de calcário por PRA. Desse modo, o traço escolhido foi 1:3 (cimento: agregado miúdo) com 30% de

Aula 05

No caso do agregado graúdo, padronizou-se que a condição SSS é atingida quando o grão do material, que tenha passado por um período satisfatório de imersão, tem a sua superfície enxugada da água excedente (aquela que escorre) com um pano absorvente. Já o agregado miúdo, tem a sua condição SSS, conforme a figura a seguir.

Faculdade Presidente Antônio Carlos de Teófilo Otoni ...

3 – Zona de Transição: consiste na região entre o agregado graúdo e a pasta de cimento, sendo essa formada através do acúmulo de água ao redor do agregado, consiste na A fase de transição é a mais fraca dos constituintes do concreto, sendo fonte de micro-fissuras.

FABRICAR BLOCOS DE CONCRETO Sobre o...

FABRICAR BLOCOS DE CONCRETO Sobre o mercado de blocos de concreto A demanda do mercado de construção civil por blocos de concreto vem crescendo cada vez mais em vista à facilidade e qualidade que...

ES T UDO DE VIABILIDADE DA UTILIZAÇÃO DO RESÍDUO DO …

O resíduo utilizado na pesquisa como substituição total e parcial do agregado miúdo foi o pó de pedra, proveniente do processo de extração e britagem de rochas na Pedreira Itajá, localizada no município de São Rafael/RN. Na Figura 7, pode-se observar a estocagem no pátio da Pedreira Itajá o resíduo de pó de pedra.

Apresentação de rochas

O agregado miúdo tem dimensões que variam de 0,075 a 4,8mm e o graúdo, entre 4,8 e 100mm. Pedra britada ou brita: é o material proveniente do britamento de pedra com dimensões que ficam entre 4,8 e 100mm. Pó de pedra ou filer: é o material proveniente do britamento da pedra de dimensão inferior a 0,075mm. Areia: é o material natural ...

Extração e Comércio de Areia e Pedras

Agregado miúdo, com diâmetro máximo de 4,8 mm. Enquadra-se na zona 3 da NBR 7211 como areia média. Comércio de Pó de Pedra. Material resultante do britamento de pedra, semelhante à areia. Comércio de Saibros. Areia grossa com grânulos maiores de pedra que se situam entre a areia e o …

Silte e pó de pedra

Silte e pó de pedra Estes materiais cujas dimensões estão entre 2 a 60 µm, são mais grossos e portanto ... por vezes, desempenhar um papel de certa importância corrigindo a granulometria do agregado ou até da pasta de cimento. O maior inconveniente das partículas muito finas é diminuir a resistência ao desgaste, sobretudo por abrasão.

MISTURAS BETUMINOSAS COM PARTÍCULAS ULTRAFINAS DE …

relação à massa total de ligante betuminoso), utilizando o processo de fabrico por via seca. Este processo de fabrico utilizado é distinto dos dois processos mundialmente mais conhecidos, o "Plus Ride" (FHWA, 2005) e o "TAK Genérico" (CEDEX, 2007), onde o granulado de borracha substitui uma fração do agregado mineral.

CARACTERIZAÇÃO DO PÓ DE PEDRA DE GNAISSE PARA …

60% areia + 40% pó de pedra 3,72 5,8 40% areia + 60% pó de pedra 4,88 7,2 4 CONCLUSÃO Com os resultados apresentados pode-se concluir que: A faixa granulométrica na qual se encontra o resíduo de pó de pedra é utilizável para a produção de concretos de boa qualidade. Através das composições foi possível obter um agregado miúdo com ...

NBR 7211_2009

O ndice de forma dos gros do agregado no deve ser superior a 3, quando determinado de acordo com a ABNT NBR 7809. 6.1.3 Desgaste. O ndice de desgaste por abraso Los Angeles, determinado segundo a ABNT NBR NM 51, deve ser inferior a 50%, em massa, do material. 6.2. Substncias nocivas